sábado, 27 de março de 2010

Relato de uma Cafa




O blog “Manual dos Cafajestes” traz uma lista de coisas que toda cafajeste precisa ter ou fazer, no mínimo.
Adorei o post! Perfeito, embora eu mesma não use todos aqueles artifícios (talvez outros...) em compensação, alguns serviram de ótimas dicas.
Então pensei em fazer um relato. De alguém que se tornou cafajeste, mesmo não tendo esta natureza.
Depois de anos de amorzinho pra lá, amorzinho pra cá, e levando muita porrada, eu finalmente aprendi: Mulher gosta é de cafajeste !!!
Então, atendendo a pedidos, me tornei uma. Mas não pensem que foi fácil. Tive de me adaptar, aprender. Mas neste sentido, foram elas mesmas que me mostraram o caminho, me ensinaram, e me mostraram o caminho. Fica mais fácil quando você deixa a maré te levar.
Hoje em dia eu ainda tenho algumas recaídas de vez em quando... Fico querendo uma só. Ter alguem pra dar cafuné quando chego estressada do trabalho. Me dedicar a uma única pessoa, e com ela ser feliz. Só que isso não dura muito, porque levo outra paulada e percebo que o romantismo foi só uma escola literária. E que nem mesmos os autores daquela época se deram bem, pois quase todos morreram jovens e infelizes...
E assim vou seguindo minha vida de Cafa. E mulheres não reclamem porque são vocês mesmas que nos obrigam a agir assim. E adoram !!!!
Você pode escolher viver só e infeliz ou ser uma cafajeste cheia de mulheres em sua volta aproveitando o que cada uma tem de melhor a lhe oferecer, e em contrapartida lhes oferecer o que você também pode lhes fazer de melhor: Ser cafajeste !!!

domingo, 21 de março de 2010

Somos Todas loucas...


"O neurótico constrói um castelo no ar. O psicótico mora nele. O psiquiatra cobra o aluguel. "
( Jerome Lawrence )


Li em algum lugar que somos loucas por não acharmos motivos para sermos normais...
Ser normal é fazer as escolhas que todos fazem, seguindo o memso catessismo, como cabeças de gado. Ser normal é aceitar os ditames que a sociedade impõe aos outros, mas que no final não são bons para ninguém, nem para os proprios normais.
Então não encontro mesmo razão para ser normal.
Sou louca ! E somos todas loucas !!!!
John Dryden dizia que "Há na loucura um prazer que só os loucos conhecem." Pois concordo com ele, há em nossa loucura um prazer (e que prazer ! ! ! ) que somente nós conhecemos... Somos loucas por elas !!!!
Somos loucas pelas pele, pelo toque, pelo cheiro, pela presença e pelo amor delas...
Somos loucas ao dar a cara a tapa e enfrentar esta sociedade hipócrita...
Somos loucas em mostrar quem somos, somos loucas ao dizer que temos os mesmos direitos que os normais... E somos ainda mais loucas por viver enfurnadas em um armário, achando que aquele é o lugar que podemos e devemos ocupar...
E por mais que me digam: Você é louca !!!!
Eu insisto, sou louca sim, e com muito orgulho!!!
como já dizia Napoleão Bonaparte, "As loucuras alheias jamais nos ensinam a ser sensatos."
Então quero aprender e viver minha loucura, porque eu seria louca se não o fizesse.