quinta-feira, 22 de abril de 2010

Casamentos Instantâneos


Quando minha ex-mulher disse que queria se separar, meu mundo acabou... E pra minha surpresa ela saiu da minha casa direto pra casa de outra, mas é claro que ela nega até hoje ter me traído.


Para manter a amizade entre nós intacta, como é esperado por pessoas altamente civilizadas... Então criei uma teoria sobre como isso pode ter acontecido.

Acho que os casamentos são instantâneos hoje em dia. Basta adicionar água e pronto!!! Imagine a facilidade que isso pode ser... Principalmente para lésbicas que casam no primeiro espirro da parceira, e depois dizem “puxa, pensei que você tivesse me pedido, tem certeza de que era só um espirro mesmo!?”.


Você sai com a menina algumas vezes, percebem que têm alguma afinidade, na cama negócio pega fogo (mas por favor não chamem os bombeiros!!!), então você vai a um mercado ou uma loja de conveniência, compra um simples pacotinho e quando ela chegar em casa depois do trabalho, tem a surpresa de encontrar você a esperando, com malas, peixinho dourado e derramando água no pacotinho! Que romântico...


Mas não pensem que todos os casamentos seriam iguais. Claro que não, nós temos direito ás nossas diferenças. Existem vários sabores de casamento instantâneo.

Há para o público hétero (sim, é um produto que pode ser usado por todos), o casamento instantâneo sabor “gravidez”, já vem com pacote de fraldas, e lenços de papel para a mãe da noiva.


O sabor gravidez tem ainda uma versão ilimitada que nunca deixará de ser vendida (e usada) que é a “gravidez premeditada”, muito usada por mocinhas humildes, namoradas de rapazes não tão humildes.


Tem o sabor “Fui pega pela minha mulher com a amante” (este não é o sabor da minha ex, já que ela jura que não me traiu!!), esse já vem com o molde da do pé para fazer o decalque na bunda da noiva.


Há o sabor “golpe do baú”, que já vem com testamento em nome da noiva.


Tem o sabor “acabei de me separar e preciso de uma trouxa para me sustentar já que não penso em trabalhar há três anos” (esse sim deve ter sido o sabor utilizado pela referida pessoa), esse já vem com caminhão de mudanças.


Tem ainda os inigualáveis “socorro senão fico pra titia”, “to carente”, “preferi o casamento á bicicleta”, e o mais utilizados pelas sapas “já faz 2 messes que estamos namorando, então temos de casar!!!”


Existem sabores regionais, sabores de época, e muitas edições limitadas. Você já usou alguns desses?

5 comentários:

  1. Preciso esconder este post da minha namorada...senão ela alega enrolação por quase quatro anos enquanto tem gente q casa com dois meses...kkkk.
    abço

    ResponderExcluir
  2. Querida Little, Como voce conceguiu este feito???!!! Namorar 4 anos sem casar ???!!! Estou impressionanda !!! Manda a receita...

    Obrigada pelo carinho e pela visita, volte sempre Heliana...

    Bjks e comprem seus kits!!!!

    ResponderExcluir
  3. rs adorei o post, mas eu nunca experimentei nenhum destes sabores, e prefiro muito mais uma bicicleta! kkk

    ResponderExcluir
  4. É por isso que acho que amor é igual a Deus: tem hora que acredito que ele existe, tem hora que não.

    Tô gostando muito do seu blog...

    ResponderExcluir