segunda-feira, 10 de maio de 2010

Anos-Lés



Acredito que todas já ouviram falar em anos-luz. “Ano-luz é uma unidade de medida utilizada em astronomia e corresponde à distância percorrida pela luz em um ano, no vácuo. Seu plural é anos-luz. (...) A luz desloca-se a uma velocidade de aproximadamente 300 mil quilômetros por segundo.” (wikipédia). Vejam meninas, um pouco de loucura também traz cultura... rsss. Mas continuando...


Assisti recentemente um curta lésbico chamado “The ten rules – A lesbian survival guide”, ou seja: As dez regras – um guia de sobrevivência lésbico. O curto não é excelente, mas é bonzinho, e dá pra assitir...



A parte que achei mais interessante no curta é quando ela fala no tempo para relacionamentos lésbicos. A teoria é a de que lésbicas e cães tem mais em comum do que a mundialmente conhecida predileção por lambidas. O tempo dos cães adultos são equivalentes aproximadamente a sete anos humanos, e da mesma forma devemos fazer conosco.


Um mês para lésbicas é como sete messes para heterossexuais


Se seu cãozinho tem uns cinco anos, então na realidade, ele teria o equivalente a trinta e cinco anos humanos. E no tocante a nós? Como seria? Simples, se já namora a quatro meses com aquela gata maravilhosa, então... 4 x 7 = 2 anos e 4 messes em tempo heterosexual !!!! E já está na hora de parar de enrolá-la...


Em um primeiro momento achei a idéia absurda e até mesmo preconceituosa. Onde já se viou lésbicas dizendo isso de nós mesmas??!! Mas começei a pensar sobre o assunto e fui fazer uma pequena pesquisa entre minhas amigas “do babado”. Percebi que, na grande maioria, os relacionamentos lésbicos duram muito pouco tempo. Meses são o que a maioria dos namoros duram, e vitoriosas e porque não dizer lendárias, são as que podem contar o tempo de seus relacionamentos em anos.


Talvez nós devemos realmente nos conformar em contar nosso tempo em ANOS-LÉS, e assim ficamos com a impressão de que estamos conseguindo manter nossas amadas ao nosso lado por mais tempo.


Porque será que isso ocorre? Bem, me ocorreu que nós não nos contetamos com pouco. Já fizemos uma opção que vai contra o que é socialmente aceito em prol de nossa liberdade e felicidade, então porque ficariamos presas ? Talvez nossa condição, nossa opção, nossa escolha e nossa vida tenha se voltado para que só aceitemos aquilo que nos faz genuinamente feliz. É comum vermos casais héteros com anos de relacionamento, mas que no entanto pouco se conhecem, ou tal relacionamento só existe “da porta pra fora”.


Quero crer que conosco isso não ocorre, e que isso faz com que nossos relacioamentos acabem duranto menos, até que se encontre a pessoa certa. Porque nós nos empenhamos em nos conhecermos, e em pouco tempo percebemos se é ou não a pessoa com quem queremos passar nossa vida junto. E sabemos que não precisamos ficar em um relacionamento só para os outros verem, porque nós escolhemos relacionamentos verdadeiros.


Então continuamos procurando a pessoa com quem passaremos os anos-lés, anos-luz, e todos os anos possíveis bem juntinho.

5 comentários:

  1. Gente...se minha namorada souber dessa teoria do ano-les...ferrou...pq tres anos e uns quebrado nessa mutiplicação sua ai...já era p estar casada e cheia de filhos...kkkkkk.
    abço

    ResponderExcluir
  2. Nossa sabe que eu concordo com a teoria, será que por isso que o meu não passou de 2 anos??rsrs

    ResponderExcluir
  3. Hum... Isso significa que já estou há anos-luz nesta vidinha simples e maravilhosa...
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. O melhor desta teoria, é que podemos aproveitar cada minuto...

    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Tá explicado agora porque a maioria das minhas amigas já arruma as trouxinhas e vai morar com a namorada em 1 mês de namoro rs...

    Bom... pelos anos-lés, meus relacionamentos até duraram bastante: 2 anos x 7 = 14 anos... 3 anos x 7 = 21 anos... to bem na fita!

    ResponderExcluir